logo batik.jpg

ASSESSÓRIOS EM BATIK
 
Estampas originais e únicas
100% feito a mão
100% algodão cru
laváveis na máquina
com bolsos internos (bolsas)
ou bolso 
externo com (mochilas)


vendas pelo whatsApp: +55 21 996188596

BOLSAS

MOCHILAS

SOB DEMANDA

A TÉCNICA

BATIK é uma técnica ancestral de estamparia. Estima-se que tenha surgido em Java há dois mil anos.

A tecnica consiste em "pintar" partes do tecido com cera e/ou parafina derretida em banho-maria, usando pincéis e tjanting, uma ferramenta especifica para batik. Tjanting éum pequeno funil com cabo com o qual se pode desenhar com a cera sobre o tecido.

IMG_20201205_113806544.jpg
IMG_20171004_100439683_edited.jpg
IMG_20171005_133109958_edited_edited_edi
IMG_20171004_130006883.jpg
IMG_20171007_202825487_TOP_edited.jpg

 Após cobrir o tecido com cera se aplica a primeira cor. Pode-se usar corantes para tingir à frio  ou tintas para tecido aplicadas com pincel. As parte cobertas com cera não recebem as cores, e após cada tingimento é possível repetir a operação, depois do tecido secar ir repetindo o procedimento obtendo-se estampas únicas com várias cores.

Neste processo a cera sobre o tecido quebra produzindo o efeito craquelado  que é a característico do batik.

O QUE É BATIK?

O QUE É BATIK?

Comecei a fazer batiks no fim dos anos 70, quando ainda adolescente, pra customizar roupas minhas e depois comecei a produzir peças para vender. Neste tempo desenvolvi uma técnica a partir da experiência com outros artistas, de modos a produzir peças mais resistentes com as cores mais sólidas, resistentes à lavagens e ao tempo, usando a pintura no lugar de tingimento.

No inicio dos anos 80, já mãe, senti a necessidade de trabalhar em casa para cuidar do meu filho pequeno, então voltei a fazer batik. Me associei de uma amiga e passamos a vender Brick da Redenção, icônica feira de artesanato nos domingos de Porto Alegre.

Após isso migrei para o design gráfico, computação gráfica, efeitos visuais e design digital. O BATIK virou um hobbie bisexto, para presentear familiares e amigos.

Mas durante a pandemia, com o isolamento social voltei a produzir batiks, num primeiro momento para reciclar roupas e outros tecidos. Pude me dar conta de o quão prazeiroso é fazer, mesmo que super trabalhoso. (registro do processo no time-lapse ao lado)

Desta redescoberta ressurgiu a ideia de continuar produzindo artesanato em paralelo ao meu trabalho de designer digital.

MINHA EXPERIÊNCIA COM O BATIK